Guilherme Paulus: moldando a indústria do turismo no Brasil

Muitos brasileiros concordariam em dizer que começar e operar um negócio com sucesso no país é um desafio, pois há muitos obstáculos que um indivíduo tem que superar. Ao mesmo tempo, tornar-se um profissional de negócios no Brasil pode ser gratificante. Além disso, a falta de capital de risco no país pode ser bastante desanimadora.

Os altos impostos do governo, bem como a burocracia pesada, proíbem os profissionais de negócios de administrar seus negócios com sucesso. Não é de admirar que um indivíduo como Guilherme Paulus seja celebrado por seu sucesso empresarial.

Tendo atuado na indústria do turismo por mais de três décadas, ele agora é um nome familiar, referindo-se com carinho a um modelo para empreendedores emergentes interessados em se aventurar no setor de turismo.

Guilherme Paulus muitas vezes aproveitou várias oportunidades desde o início de seu plano para ser um líder de negócios no mundo no setor de viagens e turismo. Ele formulou uma ideia que lhe permitiu ser um excelente ouvinte para clientes, agências governamentais e também para a comunidade em geral. Ele é um fiel crente em ouvir e buscar conselhos.

O nome de Guilherme é amplamente sinônimo do sucesso da indústria do turismo no Brasil. Não só ele é proeminente para treinar empreendedores emergentes no negócio, mas também conhecido por oferecer liderança corporativa.

Sua intensa abordagem para transformar o setor de hospitalidade do Brasil lhe concedeu tremendos elogios de órgãos locais, bem como agências internacionais, como o setor de turismo na França e o governo dos EUA.

Alguns desses reconhecimentos incluem o recebimento do Prêmio Empreendedor do Ano de 2017, concedido a ele por oferecer várias oportunidades de trabalho para a comunidade local.

Ao mesmo tempo, Guilherme Paulus assumiu muitas vezes um papel de liderança na transição do setor de turismo, oferecendo treinamento intenso sobre os benefícios de oferecer serviços de alta qualidade aos clientes.

Paulus também assumiu um papel de liderança para garantir que as crianças de famílias de baixa renda possam ter acesso a programas de educação para que possam aprender mais sobre o setor de turismo, incluindo como investir no negócio.

Ele usa os recursos da CVC Brasil, uma empresa que ele co-fundou com a ajuda de Carlos Vicente Cerchiari. Guilherme Paulus é, sem dúvida, um modelo para os empreendedores emergentes.

 

“Aproveite oportunidades” é o lema de Guilherme Paulus

O executivo Paulus é um homem que conhece o significado de dar uma chance e fazer com que isso funcione. Ele é um homem otimista em relação a cada dia e não quer perder tempo.

Se não fosse por um amigo dele, ele não teria o império de hotel que tem hoje. Ele trabalhou muito para se tornar um dos maiores empreendedores do Brasil e da América do Sul. Ele adora compartilhar as experiências que teve com outras pessoas.

Em entrevistas, o executivo já afirmou ser grato por cada dia que consegue trabalhar com as pessoas. Ele sente que uma atitude positiva ajudará as pessoas a ir muito longe na vida e compartilha essa filosofia com seus colegas de trabalho.

Paulus diz que manter as coisas em ordem e escrever as coisas realmente o ajudam a se manter em dia a cada dia. É a maneira perfeita de se manter produtivo no mundo dos negócios.

O empresário é uma prova positiva de que uma pessoa pode alcançar seus sonhos trabalhando duro e mantendo-se positiva. Isso o ajudou a chegar ao topo da pilha de negócios e, como ele, você também pode alcançar o seu próprio sucesso seguindo o lema do empresário’.


Cidade de São Paulo é contemplada por expansão de grupo hoteleiro de Guilherme Paulus

A capital paulista é conhecida, dentre outras coisas, por abrigar diversos empreendimentos hoteleiros de grande porte. De acordo com Guilherme Paulus, o município poderá ganhar mais um hotel de luxo. Desta vez, o empreendedor construirá a unidade hoteleira em uma região da Avenida Cidade Jardim. Uma matéria veiculada pelo Portal Terra traz a expectativa de que o estabelecimento comece a operar já no começo de 2021.

O local terá as estruturas próprias de um hotel, totalizando mais de 60 apartamentos que serão disponibilizados para compra ou locação. Até o momento já se sabe que a unidade hoteleira será um empreendimento considerado de luxo, mas ainda não houve conclusão acerca de qual bandeira irá classificar o local. Na área construída espaços para eventos poderão ser desfrutados pelos moradores, bem como rooftop e restaurantes. Desse modo, a reportagem apurou que Guilherme Paulus tem o anseio de criar uma nova marca para seus últimos negócios no ramo da hotelaria.

Diversos são os meios em que o empresário tem atuado nos últimos tempos. Em relação às atividades realizadas por seu grupo, o GJP, estas não se limitam à construção de hotéis, visto que também consistem na administração dos empreendimentos que são construídos. Quando ainda dava seus primeiros passos no segmento da hotelaria, a corporação era dona de um único hotel. Na atualidade, entretanto, a rede conta com 14 unidades no país. Guilherme Paulus, por sua vez, não deseja parar por aí, pois pretende também empreender na cidade do Rio de Janeiro.

A presença do empresário no segmento turístico ocorreu após a inauguração da operadora CVC, que ocorreu na região do ABC Paulista, nos anos 1970. A expansão da empresa turística de Guilherme Paulus se deu após um longo período de tempo, chamando a atenção de empresas estrangeiras, como a que acabou comprando a companhia brasileira após negociações diretas com o empreendedor.

A corporação que adquiriu a CVC em 2009 foi a Carlyle Group. Apesar da compra pelo grupo em questão, o empresário brasileiro foi convidado a continuar integrando o quadro de executivos da operadora. Assim sendo, ele deixou suas incumbências anteriores para se tornar responsável por presidir o Conselho de Administração dos negócios. Muitas transformações foram observadas na operadora a partir de então, principalmente em relação à maneira como se lidou com o capital aplicado na Bolsa de Valores, passando a se tornar aberto aos investidores interessados.

A operadora CVC Turismo tem, segundo a reportagem em questão, seguido um plano de crescimento que considera o período de cada ano para tal. Com isso, a companhia tem a expectativa de crescer cerca de 2 dígitos por ano. Além disso, planeja-se instalar 100 novos empreendimentos turísticos em diversos municípios brasileiros, o que pode proporcionar lucros de até R$ 5 bilhões.

Para a CVC também se espera que esta conte com filiais em alguns supermercados conveniados com a operadora. Já em relação às outras formas de atuação do empresário, estas já transitaram por segmentos variados, como o da aviação, na época em que realizou transações de venda de uma companhia aérea.