“Cem Anos de Solidão” terá série na Netflix

A história do livro “Cem Anos de Solidão” deu ao colombiano Gabriel García Marquez, um Nobel de Literatura. Durante a sua vida, o escritor bateu o pé para que a sua obra não tivesse nenhuma versão nas telas da TV ou do cinema. Apesar da resistência, a Netflix anunciou que adquiriu os direitos do livro para poder reproduzir a história em sua plataforma de streaming.

A Netflix conseguiu convencer a família do escritor a permitir uma  adaptação para as telas , a série original será em espanhol. Já existe um pequeno vídeo no Twitter anunciando sobre a essa produção da plataforma.

Como produtores executivos da série que será gravada em maior na parte na Colômbia, estão os filhos de García Márquez, Gonzalo e Rodrigo. De acordo com Rodrigo, o momento atual em que as pessoas estão mais abertas a séries é ideal para contar a adaptação.

A primeira publicação de “Cem Anos de Solidão” aconteceu em 1967, de acordo com o pesquisador Boris Miranda, a história apresenta aspectos que não estão no mundo dos roteiros cinematográficos. O romance não é tão fácil de ser transformado em filme, principalmente pela forma como o tempo é manipulado. A complexidade das cenas e os monólogos dos personagens não facilitam uma adaptação cinematográfica.

O sucesso na literatura de García Márques foi inegável, apesar de não querer sua obra de maior destaque transformada em filme, o autor se interessava fortemente pelo cinema. Trabalhou para o ramo do cinema escrevendo e teve críticas publicadas, além disso foi um dos idealizadores da Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños, em Cuba, inaugurada em 1986 por Fidel Castro.

Márquez incentivava os alunos a se envolverem no mundo das séries televisivas, pois enxergava o espaço que elas ganhariam. O escritor desejava que os seus leitores imaginassem os personagens como quisessem, sem que estivessem associados a uma imagem que um ator interpreta.

O realismo mágico é o gênero de “Cem Anos de Solidão” que despertou notícias e o interesse de diversos leitores ao redor do mundo, a história com toques de drama tem personagens que vivem na aldeia Macondo.