Compras de Natal deixarão alguns brasileiros endividados

Todo final de ano a correria por presentes e por itens para a ceia de Natal toma conta de muitos brasileiros. Porém, para muitos, mesmo com a chegada do 13º salário, os gastos com as festas de fim de ano acabam ultrapassando o orçamento. Pelo menos foi isso que mostrou uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Segundo os dados coletados, 19% dos consumidores vão gastar mais do que o orçamento permite, para realizar todas as compras que desejam no Natal de 2018. Ainda de acordo com os dados divulgados em notícias do SPC, a maioria das pessoas que vai gastar mais do que o que pode é mulher (23%).

Outro ponto que deve ser levado em conta é que os que terão problema com o orçamento, devido às festas de final de ano, estão principalmente nas classes C, D e E (22%).

Um dado considerado preocupante pelos serviços de proteção de crédito, é a quantidade de pessoas que vai deixar de pagar uma conta para poder comprar os presentes de fim de ano. Dos entrevistados, 5% farão isso e deixarão de pagar a TV por assinatura, internet e cartão de crédito. Há também casos extremos nos quais o consumidor vai deixar de pagar luz e água (8%) para garantir a diversão nas festas.

Marcela Kawauti, economista do SPC Brasil, ressalta que gastar mais do que o que pode e deixar de pagar contas para presentear familiares é um grande risco. Ela alerta que é preciso ficar atento ao cartão e não deixar de pagar a fatura para gastar em outras coisas. Marcela ressalta que os juros são muito altos e que se a pessoa não se programar corretamente, poderá começar 2019 com boa parte do orçamento comprometida com dívidas e juros.

Para chegar a esses dados de consumo no Natal de 2018 foram entrevistadas 761 pessoas nas 27 capitais brasileiras.