Saiba qual a importância da vacina na vida e na saúde de seus filhos

Muito se fala sobre a vacinação de crianças e os riscos que esta pode acarretar à saúde.Os boatos propagados através de dados e pesquisas falsas pela internet, acabam tendo um grande peso no que se trata do assunto. Alguns pais chegam a acreditar que a vacina desencadeia reações alérgicas e até mesmo doenças, como o autismo. Essas especulações já foram dadas como falsas, porém ainda atingem uma grande parcela dos pais, que ficam inseguros a respeito e temem pela saúde e futuro de seus filhos.

Por conta disso, doenças como o sarampo, erradicado há anos, apresentam hoje novos casos. Em abril de 2014, já havia cerca de 115 casos; e em 2018 o número passou de 600 confirmados. Ainda relata a Organização Mundial da Saúde (OMS), que as taxas de vacinação nos últimos anos estão em declínio no Brasil. Deve-se lembrar que é necessária apenas uma pessoa infectada para causar novos surtos.

Segundo a plataforma do Estadão, as sociedades brasileiras de Imunizações, Infectologia e Pediatria apresentaram um documento que incentiva a população a participar de campanhas de vacinação, com intuito principal de evitar novos casos de sarampo, e também o risco de retorno da poliomielite.

Campanhas de incentivo como essa também já são oferecidas pelo governo anualmente, com propagandas e folhetos informativos. Além disso, hoje a maior parte das vacinas é oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) gratuitamente, dando o acesso essencial à população.

A verdade é que elas são vitais para manter a saúde dos pequenos em ordem, afinal os pais não querem vê-los doentes. Previnem contra doenças como hepatite, tuberculose, tétano, rubéola, entre outras. Assim, é muito importante estar atento à caderneta de vacinas das crianças, não perder as datas das campanhas de vacinação, e ficar de olho em qual idade deve ser tomada ou reforçada cada vacina também.